Mulheres

Mulher,
Que goza alegria ao saber
Que há em seu ventre um novo ser
Menino ou menina há de ser
Roupinhas bonitinhas a tecer
Mulher,
Feliz, bem feliz suporta a dor.
De ver rasgando o seu interior
Brotando no jardim uma nova flor
O fruto vivo do seu amor
Mulher,
Que no seu peito amamenta
No silêncio da noite bem atenta
Mesmo quando uma corda arrebenta
A força do seu amor lhe sustenta
Mulher,
Que sua vida dedica
Aos seus deveres se aplica
Na emergência! Aflita.
Até sua vida arrisca
Mulher,
Que não se intimida com a morte
Não se entrega à má sorte
Pelo contrário, bem forte.
Da vida sozinha: o suporte
Mulheres,
Que pela sua coragem
Aos infortúnios reagem
Por tudo o que elas fazem
Mulheres, a minha homenagem.