Hímen rompido – Tudo que as mulheres precisam saber

Muitas mulheres, principalmente jovens, possuem dúvidas em relação a esse assunto polêmico e constrangedor: o hímen rompido. Neste artigo iremos discutir o tema para tentar tirar um pouco dessas dúvidas!

O que é hímen?

Para os  que ainda não sabem o que é  hímen, sua definição é de ser uma “película dérmica”, ou em outras palavras, uma espécie de “pele” que se encontra na entrada da vagina da mulher.

O seu rompimento se dá através da penetração no ato sexual, pela introdução de um objeto de dimensão razoavelmente parecido com o pênis masculino ou simplesmente em acidentes, que costumam vir durante a infância, é comum garotas machucarem seus órgãos genitais enquanto andam de bicicleta e acidentalmente batem de forma brusca em alguma parte, ou com algum tipo de esporte mais pesado, principalmente quando o hímen é anular, por possuir um fácil rompimento.

Ele possui normalmente uma abertura anelar para eliminação de secreções e menstruação feminina e sua principal função é proteger a mulher durante a infância dos riscos de infecções vaginais.

Mitos e verdades

Quando o hímen é rompido, há dor e sangramento?

Não necessariamente, a dor nesse caso é bem relativa, depende da espessura de pele que cobre a parte íntima, do tamanho do órgão masculino, a lubrificação da vagina, como também o estado emocional no momento, o sangramento costuma

acontecer, mas nada que seja alarmante, é apenas uma pequena poção de sangue imperceptível, caso haja sangramentos em grandes dimensões é importante que vá até o ginecologista.

Só dá pra perder o hímen durante o ato sexual?

Não, inclusive tem mulheres que nascem sem o hímen, outras perdem em acidentes durante a infância. E muitas costumam usar absorventes internos, provocando o rompimento do mesmo, ou a inserção de objetos para obter prazer.

Ela não tem hímen, não é mais virgem?

De forma alguma, o hímen é apenas uma pele que protege a vagina, pra maioria das mulheres esse rompimento é bem frágil, uma conversa franca nesse caso é o melhor para saber os motivos.

Fez sexo, mas não doeu, sinal que não tinha hímen?

Isso não dá pra saber, muitas mulheres simplesmente não sentem nada, depende da resistência a dor, porém, seja bem provável que o hímen já tenha sido rompido.

Tipos de hímen

Existem diversos tipos de hímens, dentre os principais são:

Anular – Este é o tipo mais comum e possui apenas uma perfuração no meio. Facilmente rompido, não costuma causar dor e os sangramentos são bem sutis.

Complacente – Apenas cerca de 10% das mulheres o possuem. Este é do tipo mais resistente e normalmente não se rompe durante o ato sexual e conseqüentemente, não há sangramento.  Isso ocorre porque ele possui uma alta elasticidade e há casos de mulheres que tiveram filhos com parto natural e continuaram tendo o hímen sem rompimentos.

Cribiforme – Este é raro e possuem vários pequenos orifícios por onde sai apenas a menstruação. Não é muito comum e é bem difícil de romper, podendo ser bastante desconfortável.

Imperfurado – Hímen bastante raro e normalmente requer acompanhamento médico ou cirúrgico, pois é necessário criar uma passagem para a menstruação feminina.

Cuidados

O hímen recém rompido necessita de descanso e certo tempo para cicatrização, que varia de mulher para mulher. É bastante comum que na primeira relação, a mulher não sinta muito prazer e o único ato que ocorre é a abertura do canal de penetração, ou seja, para somente romper o hímen. Normalmente a mulher precisa de um dia ou dois para se recuperar, pois é comum sentirem ardência, dores musculares e até mesmo se sentirem estranhas ao se tocarem. Mas não é preciso desespero, pois normalmente a dor é suportável e algumas mulheres até mesmo sentem prazer logo após o rompimento.

E que fique bem claro: nem sempre o hímen é rompido através da penetração do pênis. Acidentes, atividades esportivas, uso de absorventes íntimos e masturbação, por exemplo, podem romper a membrana de qualquer garota.

Fonte: www.clickatualidade.com.br/himen-rompido-tudo-que-as-mulheres-precisam-saber.htm

Jovens Valentes

Av. Conde Pereira Carneiro, Jaboatão dos Guararapes Pe. Brasil jovensvalentesoficial@gmail.com