A Bíblia e o Espírito da Verdade.

"Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir”. João 16:13.
Nas palavras de Jesus acima temos uma prova sobre um dos serviços que o Espírito veio prestar à humanidade. Em certo aspecto, Jesus foi um tipo de profeta que veio da parte de Deus anunciar e exortar a todos os homens que voltassem seus olhos para o Criador, abrindo-se às questões essenciais da existência humana, reprimidas em função da crescente corrupção.
Muito se fala sobre o Espírito de Deus, o Espírito Santo, o Consolador. No entanto, embora se diga que Ele é uma pessoa, entre os cristãos evangélicos da atualidade é notório o tratamento de “coisa” dado a esse mesmo espírito.

 

Digo coisa por notar que a atitude que se tem com relação a Ele, é a de uma força, de um poder místico, sendo sempre representado por elementos da natureza para ser explicado. Em alguns momentos ele é o fogo de Deus, em outros, as águas arrebatadoras, pode ser também um vento impetuoso, ou até um terremoto. Enfim, o Espírito é uma pessoa ou uma coisa?